Folia metafisica

15:29

Gostar dói sem querer, mas nem importa
Vale mais correr o risco - e gostar de alguem
A paz também é agressiva, a folha inerte corta
O mal em algo que era certo que nos faria bem

O mundo é estranho e o último culpado possível sou eu
Deitado nos teus braços, tentando descobrir
Que existe mesmo ou então que não existe todo o sonho meu
Amaldiçoando o tempo exato, que é pra você partir

Você vai embora
Pra ver o imenso circo que montaram lá fora
E eu me sento no alpendre, bravo, ciumento
Resmungo, rabugento
Que nem é tão legal

Você vai de fato
Desce a escada e nem pensa no peso do ato
O domador te encanta, a pirofagia
Como eu te diria
Que isso não é real?


Claudinei Soares

You Might Also Like

1 comentários