Sem rumos

09:27

Arte de José Albas Fotos
A porta que se fecha
Revela os caminhos
beijos de Cinderela
repletos de espinhos
sol
chuva
choro
as vezes eu paro
por vezes eu corro
do tapa
da mata
do morro
por vezes eu como
as vezes eu durmo
por vezes eu sonho
as vezes me finjo

o ninja urbano 
de baixo da ponte

por vezes 
as vezes

jogo a moeda 
não escolho o caminho...

Francisco Heraldo

You Might Also Like

0 comentários