A Árvore

14:28

Arte de Flyuprnike
para Maria Conceição

Aquela Árvore cresceu e deu frutos.
Ela é alta dos seus calcanhares
De onde se vê sua copa bela e frondosa.
Aquela Árvore deu vida e deu frutos.

Suas raízes são grandes e tenras
Para as maçãs, peras e amoras não caírem tão longe assim.
Aquela Árvore tem os galhos longos e aconchegantes,
Suas folhas largas, tal costas, protegem do Sol salgado
E retém a raiva torrencial de Março.

Aquela Árvore que deu frutos, seus frutos deram.

Cada um a sua maneira, estrondosos e arboríferos.

Suas maçãs, laranjas e figos não seguiram a tradição,
Porém, seguiram suas raízes ao longo da margem,
Seguiram sua sombra ao longo dos anos,
Sombra eterna enquanto dura...

Agora, os frutos, árvores altas e frondosas,
A protegem com a vida que lhes deu.

Sob suas sombras arboríferas e estrondosas,
Com folhas largas, tal costas,
Do Sol que salga a cobrem.

Com seus galhos aconchegantes e longos
De costas largas, tal folhas,
Da raiva torrencial de Março,
Gota a gota a acalmam.

E naquele dia quando a Vida deu vida ao fruto,
Que caíra não tão longe assim,
E tornou Árvore para dar vida ao seu fruto,
Regozijam neste dia sua concepção que lhe dá o título.

E de estação em estação seus eternos anos durarão enquanto
Seus frutos caírem não tão longe... não tão longe...

Adams Damas

You Might Also Like

0 comentários