Momento de reflexão

20:24

Arte Jerzy Gorecki
Ouvi esses dias que "dei sorte", sobre o meu relacionamento e a minha vida. Fiquei reflexiva depois disso e cheguei à conclusão de que não, não dei sorte. Eu cresci, deixei de ser medíocre, egoísta e durona por fora quando, por dentro, tudo o que eu queria era alguém que cuidasse de mim. Quando encontrei esse alguém, perdoei, dei o braço a torcer, fui maleável, engoli sapos na hora certa e os soltei nas mais certas ainda, conversei, disse a verdade SEMPRE, por pior ou banal que fosse, olhei nos olhos, sorri, chorei, me entreguei, pedi ajuda, ajudei, amei, amo e vou amar sempre, porque amadureci, descobri que o amor se constrói com atos de generosidade, respeito e cumplicidade e, acima de tudo, assumi que quero amar e ser amada, assumi que sou humana e que tenho sentimentos, assumi minha personalidade e dei minha cara a tapa contra tudo e contra todos. Me perdoei pelos meus erros e não, mais uma vez, não tive sorte e não posso ser comparada ao que fui antes de crescer. Quem não muda, não enxerga suas mudanças, apenas diz que você simplesmente tem sorte.

Fê Effen

You Might Also Like

0 comentários