Sofia

14:24

Nasceste agora! Nasceste!
E o mundo nasce contigo
E parece por um momento
Que as coisas mais elevadas
Estão no meio de nós
Não tenho, minha menina
O ouro, o incenso e a mirra
Só tenho pobres palavras
Mas nelas te faço um regalo
Uma coroa de louros
Porque nasceste, menina
E contigo renasce a vontade
De tecer, assentar tijolos
Educar, partir o pão
Semear e crer na chuva
Esperar crescer o fruto
Tirar o mel, ferver o leite
Montar o lar e o berço
E o regaço amoroso da mãe
Ser igual no mundo inteiro.
Nascente - e por um instante
Não quero pegar em armas
Perdôo meus inimigos
Porque já fomos crianças
Percebes, minha menina?
Toda a criança é um messias
Percebe? Teu nascimento
Teu respirar é milagre
E a vida que trazes no alento
Penetra as almas dos homens
Refaz as raízes dos sábios
E incendeia o Firmamento
Menina, como és bem-vinda!
E renovas todas as coisas
E redescobriremos tudo
Lembraremos todos os nomes
Por tua divina inocência
Vai dar mais voltas esse mundo
Nasceste e nasce contigo
A fé que a tudo sustenta.
A alegria tão rara
A ternura que é santa.
Em ti cada um encontra
Uma fagulha do Deus
Que conhecíamos antes
De sermos gente crescida...
Uns pensam na Vida por causa de Deus
Pensemos em Deus por causa da Vida!


Claudinei Soares

You Might Also Like

0 comentários