Cinzas

13:42

Sei como é. Sei muito bem
Olhar para uma multidão
E ver... Ninguém!

Rindo na dor
Se rir convém
Sei como é, meu amor.
Sei muito bem.

Fechar os olhos
Contemplando numa poça
Uma estrela que foi nossa
E no céu deixa um clarão

E ver ao fim
Que o destino fez sua arte
Poça fica- chuva parte
Vai-se o sonho - e a estrela não...

E ao fim de tudo
Quando cessa a brincadeira
Vai lembrar-se a vida inteira
Do sonho que não viveu...

Na cinza fria
Minhalma outra vez caminha
Segues só-porque eras minha
Sigo só - porque era teu!

Claudinei Soares

You Might Also Like

0 comentários