No final vai dar na mesma

12:40


No final vai dar na mesma
Mas quando der
Terá sido outro caminho
Outra paixão
Folhas adestradas crescem
Nesse jardim
Ordem deixa as coisas mais velhas
Do que de fato são
E elas de fato são?
Francamente, não
E também nem importa
Quem não devia suportar
é quem suporta
E os que mais erram
Vivem ditando a razão

E sabe do que mais?
Eu sinto muito- eu
O que eu faço? Sinto!
E nada mais é meu
Eu vim pedir perdão
Me dê o que tiver
Nunca fui tão vazio
Mesquinho e trivial...

No final vai dar na mesma
Mas quando der
Saberão que eu quis ser outro
Que esperneei
Plantas recortadas crescem
Ao bel prazer
E elas sabem mais que tudo
Porque fracassei.
Porcelana azul
Fino e frágil céu
Do outro lado o caos
De marreta em mãos
E a gente aqui
E você aqui
Morrendo sem socorro
E me apontando estrelas!

E sabe do que mais?
Eu sinto muito- eu
Queria ser humano
E sou isso que sou
Queria te agarrar
Inflamar a tua fé
Voar pro teu céu contigo
Se eu soubesse onde é...

A extensão da mão, do mundo
Do que é real
No final vai dar na mesma
Mas no final.

Claudinei Soares


You Might Also Like

0 comentários