Um grito de liberdade

10:45

Arte de Jill 111
Eu grito porque o muro é alto
e a minha alma está vazia
tenho duas companheiras: alegria e tristeza
sou compositor.

Irmãs das causas perdidas
tenho júbilo diante da tormenta
cambaleio no caminho tenebroso
no vendaval.

Se desmaio ou se elevo
se canto ou desencanto
tudo bem, tudo bem. Vou indo
ou paraliso.

Sei que escrevo. E a palavra é tudo
não tenho amante que se dança
e a noite talvez eu mesmo me dance:
isso é tudo.

Murillo Kollek

Da revista Laboratório de Poéticas, Nº 1, 2005 - Ed. PMD

You Might Also Like

0 comentários