Partida, em pérolas

11:54

Arte de Mario Shulz

Quando menos espero,
Você ressurge.
Eu, que já não andava mais por estas ruas...
Tropeço e caio, te vendo passar.

Caida no chão,
cheio de pequenas pedrinhas,
Recordo de quantas delas jogamos às águas...

Me atento a seu andar.
Percebo seu olhar,
que tão logo me rastreia.

Minha fragilidade em te ver é tanta,
que me esqueço de como andar,
continuo ali, coberta pelo pó,
brincando com aqueles lances de felicidade...

Logo a frente uma esquina.
Também vejo um cruzamento.

E você segue...

Vem me banhar uma chuva fresca,
Faz poça ao meu redor...

E o que se tem, são pérolas,
Pérolas onde antes eram pedras...

Bruna Bernardi

You Might Also Like

0 comentários