MORRE O POETA

22:08


OLHANDO AS ANTENAS
E NINGUÉM ANTENADO
SABENDO QUE NINGUÉM
VIVE SEM DINHEIRO
NO MUNDO DE HOJE.
POIS SEU AMOR PLATÔNICO
REVELOU-SE A ELE
TODOS SEUS AMIGOS
MORRERAM...
O VINHO PERDEU O SABOR
O SORRISO ACABOU
A FLOR MURCHOU
SUAS CINZAS NO MAR FICOU.
JOÃO ARRUDA

You Might Also Like

0 comentários